Sintrasef reitera compromisso com diversidade religiosa e de gênero

O diretor do Sintrasef Carlos Henrique da Costa

Em tempos de extremismo e intolerância religiosa e de gênero, o Sintrasef reiterou seu compromisso com a pluralidade e a democracia na fala de seu diretor Carlos Henrique da Costa, ao receber no dia 8 de julho o título de doutor Honoris Causa da Ordem dos Capelães do Brasil (OCB), em cerimônia realizada na sede de Niterói da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

“Nos sindicatos e associações temos sempre que desenvolver mais o trabalho de raças, etnias e religiões dentro do respeito pelo e aprendizagem com as crenças e modo dos outros, seja um colega ou uma comunidade. O Sintrasef não vai para de lutar contra intolerâncias como a homofobia ou credo. Um sindicato existe para isso, para todo um trabalho de acolhimento e luta que alimenta a democracia”, afirmou o diretor da Secretaria de Relações Externas, Movimentos Sociais, Gêneros, Etnias e Raças do Sintrasef.

O diretor explicou que a homenagem é pessoal, por ser um diploma nominal, mas que abrange as instituições onde o homenageado atua pelo destaque e a importância do trabalho que ali são feitas. “Essa homenagem é para aquelas pessoas que fazem seu trabalho com a sociedade. Nós temos um trabalho sério no Sintrasef, onde mexemos com todos os servidores federais no Estado do Rio de Janeiro. Outro ponto é o trabalho que a gente faz já dentro de matriz africana, que é o Candomblé, onde a gente ajuda psicologicamente e socialmente parte da população. E também meus 46 anos de trabalho dentro do Instituto Nacional de Câncer (INCA) em defesa da saúde pública”.

A OCB é uma entidade de representação sindical que fomenta e regulamenta as atividades dos capelães profissionais em todo o Brasil. Durante a cerimônia foram entregues 30 títulos de doutor Honoris Causa. (Fotos: Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *