Servidores pedem abertura de 30 mesas de negociação setorial. Total deve chegar a 60

Maior representante do conjunto dos servidores no poder executivo, a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef/Fenadsef) protocolou no Ministério da Inovação e Gestão em Serviços Públicos (MGI) o pedido de abertura de 30 mesas setoriais (veja a relação abaixo).

Em reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP) no dia 10 de agosto, o MGI informou que há uma determinação do governo para instalação imediata de duas mesas específicas: Funai e Agência de Mineração. No total, há pelo menos 60 pedidos para instalação de mesas setoriais. Segundo o governo, um mapeando das demandas está sendo feito, além da definição das prioridades do que discutir. A instalação das mesas deve ter início no dia 4 de setembro cumprindo esses critérios, ainda de acordo com o MGI.

As Mesas Setoriais, como o próprio nome diz, vão tratar de demandas dos setores, mas que não tenham impactos financeiros, como condições de trabalho e assédio moral. Se elas identificarem, por exemplo, a necessidade de discutir carreira, que gera impactos financeiros, será instalada uma mesa específica, de caráter temporário, para resolver especificamente esta demanda. E, resolvida a questão, essa mesa será dissolvida.

As mesas setoriais fazem parte da tríade da Mesa Nacional de Negociação Permanente, instalada mês passado. Além das setoriais e específicas, já citadas, tem a mesa central, em pleno funcionamento. Ela trata da pauta geral dos servidores e servidoras do Executivo, como reajuste de salários, benefícios, orçamento e concursos públicos.

Lista de mesas setoriais já solicitadas ao governo:

-Ministério do Trabalho e Emprego;
-Funai;
-Saúde e Previdência;
-Datasus;
-Civis dos Órgãos Militares;
-Incra, Agricultura, Pesca e Aquicultura e Ministério do Desenvolvimento Agrário;
-Ex-Territórios;
-Ciência e Tecnologia;
-Ministério do Meio Ambiente (Ibama, ICMBio, MMA);
-Anistiados;
-Civis do Exército;
-Ministério da Fazenda – PECFAZ;
-Cultura e vinculadas;
-INSS;
-INPI;
-Dnocs;
-Suframa;
-Tráfego Aéreo (Dacta);
-INEP;
-FNDE;
-Hospital das Forças Armadas;
-MRE;
-Administrativos da Polícia Federal;
-Administrativos da Polícia Rodoviária Federal;
-Inmetro;
-Administrativos da AGU;
-Ministério da Educação (MEC);
-Dnit;
-Arquivo Nacional e
-Ministério da Justiça

(Com agências)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *