Servidores iniciarão agosto com mobilizações por garantia de inclusão no orçamento 2023

Os servidores federais seguem unidos em torno de seus direitos e de respeito por parte do governo Bolsonaro. A Direção Executiva da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef/Fenadsef) se reuniu no dia 15 de julho e apontou um calendário de atividades para o próximo período. Na agenda está prevista uma semana de jornada de trabalho no Congresso Nacional de 1º a 5 de agosto. O objetivo é travar uma luta para garantir que o orçamento 2023 contemple servidores federais, a maioria há mais de cinco anos com salários congelados.

Só nos três anos e meio de governo Bolsonaro servidores perderam quase 30% do poder de compra, de acordo com levantamento recente feito pela subseção do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socio Econômicos (Dieese) na Condsef/Fenadsef. A nova proposta do Orçamento 2023 deve ser enviada pelo Executivo para apreciação do Legislativo até 31 de agosto.

Ainda no mês de julho, o calendário de atividades da Condsef/Fenadsef prevê duas plenárias nacionais virtuais. Uma no próximo dia 23, dos servidores da Funai; e no dia 30 dos empregados da Conab, que estão travando uma batalha para garantir seu próximo Acordo Coletivo de Trabalho (ACT). O processo de negociações com a direção da companhia segue com entraves, apesar da mediação junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Confira a agenda abaixo e participe das atividades!

Dia 23/07
Plenária Nacional virtual dos servidores da Funai

Dia 30/07
Plenária Nacional virtual dos trabalhadores da Conab

Dias 1º a 05/08
Semana de jornada de trabalho no Congresso Nacional (PLOA)

Dia 09/08
Ato Nacional dos servidores da Funai nos estados

Dia 11/08
Seminário sobre as eleições gerais de 2022

(Com agências)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *