Servidores definem calendário de lutas por reajuste de 19,99% com indicativo de greve dia 9 de março

Representantes da maioria dos servidores públicos federais participaram na quinta-feira (20/1) de uma plenária nacional da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef/Fenadsef). A categoria aprovou um calendário de atividades que inclui um indicativo de greve para o dia nove de março. Até lá, atividades, manifestações e atos tanto nas ruas quanto nas redes sociais também estão sendo propostas pelos setores que representam 80% dos servidores do Executivo Federal.

No centro da pauta estará a cobrança de 19,99% de reposição salarial para todos os servidores federais. O índice corresponde a perdas inflacionárias de 2019 a 2021, equivalente aos três anos de governo Bolsonaro. Só em 2021 essa perda foi de 10,74%, que corresponde ao IPCA do período.

As entidades lembram que não há limitação fiscal nem legal para o governo conceder reposição linear a servidores. No momento, reconhecem que o desafio para a união nacional será superar as limitações impostos pelo aumento dos números de casos de Covid-19 e influenza no Brasil, mas o processo de mobilização tem que ser colocado no horizonte dos servidores e do país.

Nas próximas semanas, entidades representativas de servidores participam de reuniões onde o calendário será proposto para unificar a luta não só dos servidores federais, mas também dos municipais e estaduais que já atuam juntos para derrotar a PEC 32, da reforma Administrativa. Até o dia 9 de março assembleias nos estados devem ser realizadas para seguir debatendo a conjuntura e construindo a unidade em torno também da luta por reposição emergencial.

Confira o calendário de atividades aprovado na Plenária Nacional da Condsef/Fenadsef:

27/1 – Reunião ampliada Fonasefe e Fonacate
28/1 – Coletiva de imprensa para falar sobre Campanha Salarial e calendário por reposição emergencial linear
2/2 – Reabertura do ano legislativo (proposta de ato no Congresso Nacional)
10/2 – Dia Nacional de Luta em defesa das negociações dos Acordos Coletivos de Trabalhos dos Empregados da Ebserh
14 a 25/2 – JORNADA DE LUTAS
8/3 – Dia Internacional da Mulher
9/3 – INDICATIVO DE GREVE
16/3 – Marcha a Brasília e atos nos estados

(Com agências) (Foto: Nando Neves)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *