Nota do Sintrasef sobre os assassinatos de Marielle Franco e de Anderson Gomes


 

 

 

 

 

 

 

Num clima de consternação e revolta, o Sintrasef se solidariza com as famílias da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Pedro Gomes.

As execuções de Marielle Franco e de Anderson Pedro Gomes não podem passar num clima de omissão. A ameaça à democracia brasileira, que se reflete profundamente no Rio de Janeiro, vítima de uma intervenção militar irresponsável e truculenta, recrudesceu na noite de 14 de março, com os assassinatos frios e calculados de Marielle Franco e Anderson Pedro Gomes.

Que as autoridades se mostrem isentas e competentes para elucidarem o mais rápido possível estas execuções que mancham profundamente a nossa democracia. Cobrar ações destas autoridades é falar sobre o óbvio. Infelizmente, temos que recorrer a Brecht, “que tempos são estes, que temos que defender o óbvio?”.

Que a luta da companheira Marielle pelos pobres, negros e mulheres desfavorecidos numa sociedade injusta, se multiplique. Somente com a multiplicação desta luta é que podemos render homenagens a esta guerreira, covardemente executada na calada da noite.

Marielle, Presente!
Anderson, Presente!

Deixe uma resposta