Agenda 2021 é união em torno da vacina pública, do auxílio emergencial e contra a reforma administrativa

2020 nós já sabemos como foi. Pandemia. Mortes. Descaso. Corrupção. Mentiras. O que virá em 2021? A reforma Administrativa. Ela privatiza os serviços públicos que o povo utiliza, aumenta a terceirização e o apadrinhamento político nos órgãos públicos com o fim dos concursos. Mais corrupção, menos investimentos, mais filas.

Nós temos uma missão em 2021. Defender nossos direitos garantidos pela Constituição. É ano dos servidores e trabalhadores reafirmarem a sua unidade. Quando a gente luta, consegue conquistar, como foi na votação do Fundeb, que se manteve público, e nas votações do STF, que garantem a vacinação contra a Covid-19.

É ano de levantarmos a cabeça e lutarmos por vacina para todos e defesa da vida. É ano de lutar contra a reforma Administrativa e pela manutenção do auxílio emergencial. Queremos proteção social, mais empregos, campanhas de solidariedade e fortalecimento da organização sindical e da negociação coletiva.

 

Sair da crise

 

Em 2021 servidores debaterão e atuarão em busca de soluções para a crise que coloca em risco a vida, a saúde, os empregos, a renda do trabalho e a proteção social, de todos os trabalhadores e trabalhadoras e, com maior gravidade os mais vulneráveis. (Com agências) (Fotos: Nando Neves / Arquivo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *